Com uma atuação convincente, Guarani goleia o Harmonia e dispara na liderança

By Macodesc | Initial | Posted at 14:17
Foi a quinta vitória consecutiva do Guarani, que mantém 100% de aproveitamento

Foto: Jornal Regional

O Guarani fez valer o fator casa e goleou novamente em seu segundo jogo diante do torcedor rubro-negro pela primeira fase do Campeonato Estadual de Amadores, chave Oeste. Meteu 4 a 1 no Harmonia e não tivesse tirado o pé do acelerador nos últimos 15 minutos poderia ter construído um placar ainda mais dilatado.

O Harmonia chegou credenciado para o clássico regional. Estava invicto e sua defesa havia tomado apenas um gol. Até que nos minutos iniciais passou a impressão de que seria um adversário difícil de ser batido. Mas aos poucos foi cedendo espaço e disso tirou proveito o Guarani para construir sua vitória.

O placar foi movimentado aos 7 minutos. Jair Mueller, mestre na cobrança de falta, ergueu uma bola com muito veneno sobre a pequena área guaraciabense. O lateral Lingüiça, na tentativa de aliviar o perido, acabou chutando contra a própria rede. Torcedor bugrino nem teve tempo de comemorar. Um minuto depois, numa falha coletiva do setor defensivo do Guarani. Gui apareceu por tras da zaga para empatar o jogo.

O gol deu novo ânimo ao Harmonia. Aos 16min, Zanin ficou na cara do goleiro Rudi e só não desempatou por errou quando tentu concluir de calcanhar. Aos 19min, Gui entrou a dribles e caiu dentro da área. A torcida de Guaraciaba que em bom número compareceu ao estádio Padre Aurélio Canzi, reclamou pênalti Mas o árbitro André Back nada marcou.

A partir daí só deu Guarani. Lírio aos 29min exigiu boa defesa de Tato. Aos 42min, Edu arriscou da intermediária. O goleiro fez golpe de vista e a bola caprichosamente foi encontrar defesa na trave. Mas aos 44min Tato nada pode fazer. Numa jogada envolvente do ataque bugrino, Enéias lançou Lírio. O atacante limpou um marcador e de fora da área bateu cruzado. A bola bateu na trave e no rebote sobrou para Enéias. O centroavante co uma bomba colocou o Guarani na frente no placar novamente: 2 a 1.

Segundo tempo

O Harmonia é um time que se utiliza muito da forte marcação e dos contra-ataques para surpreender seus adversários. No início do segundo tempo, fugindo de sua característica, avançou a marcação e tentou sufocar o Guarani. Era o que o time do técnico Elói Thiesen queria. Com mais espaço, criou várias oportunidades e em 12 minutos liquidou a fatura

O terceiro gol do Guarani nasceu aos 4min de uma jogada que começou pela meia direita, onde Edu Becker, com bastante espaço, fez um cruzamento primoroso para Enéias, que subiu mais alto que a zaga para assinalar seu segundo jogo na partida. Aos 12min, numa cobrança de escanteio,Jair Mueller mandou a bola para o interior da pequena área. Bazotti antecipou-se e deu uma casquinha. A bola sobrou limpinha no segundo pau para o perigoso Lírio, que não teve trabalho para ampliar para 4 a 1.

Bem que o técnico Valdir Hehn (Valdirzinho) tentou mudar a história da partida, alterando seu time em várias posições. As substituições buscaram dar mais velocidade e poder de fogo ao ataque. O Guarani continuou dono das ações. Aos 25min, Keko apostou corrida com Linguiça e quando entrou na área foi derrubado. Pênalti que Lírio cobrou e o goleiro Tato, em grande estilo, defendeu. Aos 32min, Lírio entrou a drible na zaga do Harmonia e ja de dentro da área chutou com perigo.

O último lance perigoso do clássico foi do time de Guaraciaba. Numa bela trama do ataque do Harmonia, Zanin bateu cruzado. A bola atravessou toda pequena área, sem que aparecesse um pé vermelho e branco para diminuir o placar. Foi a quinta vitória consecutiva do Guarani, que mantém 100% de aproveitamento e chega aos 15 pontos em cinco jogos disputados.

GUARANI                  4

Rudi: Rafa Giongo (Tirloni), Bazotti (Leo), Scalon e André (Edivelton); Reiler, Rato, Jair Mueller e Edu Becker (Jean); Lírio e Enéias (Keko). Técnico: Elói Thiesen.

HARMONIA               1

Tato: De Luca (Leo), Zangalli, Grilo (Xande) e Nereu (Vandino); Linguiça, Pandolfo (Laércio), Maurílio e Leandrinho; Zanin e Gui (Fabinho). Técnico: Valdir Hehn.

ARBITRAGEM

André Becker, Ederson Lauschner e Édio Lamb.

PÚBLICO

1.108 pagantes. Público total em torno de 1.500 pessoas.

 

Fonte: Jornal Regional

Data de Publicação: 12/04/2015

© 2016 MACODESC Construtora e Incorporadora. All Rights Reserved - Design by Tatticas - Developed by DBlinks